Alongamento Pré-Treino – Porque Fazer?

Os especialistas nesse assunto indicam que alongar os músculos antes dos exercícios físicos proporciona diversos benefícios para a saúde. Separar alguns minutos para alongar os músculos antes de treinar é uma forma de evitar lesões musculares, melhorar a flexibilidade do corpo e a energia do corpo. Além disso, um alongamento bem feito também melhora significativamente a postura, ajudando a alinhar a coluna e o abdômen.

E se você acha que essa melhora na postura é irrelevante, fique sabendo que um abdômen alinhado com o corpo também melhora a posição da barriga e evita que ela fique em evidência. O melhor de tudo é que até quem faz exercícios em casa pode fazer um bom alongamento. Um colchonete, um tapete ou mesmo um cobertor grosso dobrado ao meio pode ser usado para você se deitar e sentar no chão com mais conforto. Aí, basta alongar os músculos normalmente, mantendo cada posição por 30 segundos para que cause um efeito melhor. Quem pratica exercícios na academia também pode usar os colchonetes e barras de apoio para facilitar o alongamento. Só pegue leve nos exercícios, pois quem não esta acostumado com a rotina de exercícios, com certeza vai ter dores nas próximas horas ou dias. Mas por que temos essa dores musculares após algum exercício? É normal?

Dor muscular após os exercícios

Aquela dorzinha no dia seguinte a uma atividade física – musculação, natação, dança, corrida – é natural. Durante o exercício, o tecido muscular passa por traumas microscópicos e inicia um processo inflamatório – especialmente quando o treino é novo ou houve aumento na intensidade. Entre 12 e 48 horas depois, a resposta vem em forma de uma dor leve, que faz parte do processo de reconstrução muscular e vai diminuindo aos poucos. É a chamada “dor muscular tardia”. Mas, cabe analisar se a intensidade condiz com esse sintoma. Dores mais fortes e por períodos maiores que 5 dias podem significar que houve uma lesão muscular – normalmente ocasionada por exagero na carga e frequência ou por movimentos errados ao longo da atividade. Neste caso, vale consultar o seu médico ortopedista. Para prevenir que isto ocorra, o importante é dosar o treino (com indicação de um especialista) de acordo com a sua resistência e condicionamento. A prática regular de atividades físicas também torna as lesões menos prováveis, bem como fazer alongamentos.